sábado, janeiro 28, 2006

* Os versos que te fiz!*

( Imagem da net )
Deixa dizer-te os lindos versos raros
Que a minha boca tem pra te dizer!
São talhados em mármore de Paros
Cinzelados por mim pra te oferecer.
...
Têm dolência de veludos caros,
São como sedas pálidas a arder...
Deixa dizer-te os lindos versos raros
Que foram feitos pra te endoidecer!
...
Mas, meu Amor, eu não tos digo ainda...
Que a boca da mulher é sempre linda
Se dentro guarda um verso que não diz!
...
Amo-te tanto! E nunca te beijei...
E nesse beijo, Amor, que eu te não dei
Guardo os versos mais lindos que te fiz!
...
Florbela Espanca

8 Quimeras Soltas

Blogger I'mNesic said...

aiiiiiiiii como eu adoro florbela espanca!!!
Das melhores poetisas portuguesas, boa escolha!
Parabéns! :)
Bom fds!* * *

2:58 da tarde  
Blogger ≈♥ Nadir ♥≈ said...

Ah sabe tão bem passar por aqui :)...
Bjx e bom domingo

3:39 da tarde  
Blogger Pink said...

Belíssimo este soneto de Florbela Espanca, poetisa cuja obra muito aprecio. Imagística bela e contradições que ilustram bem o quâo paradoxal pode ser o amor.

Um beijo e bom Domingo

3:43 da tarde  
Blogger lena said...

Florbela tem belos sonetos, sofredora no seu amor

sei reconhecer que foi das melhores poetisas e o seu talento para a poesia era de uma inspiração tremenda

beijinhos meus, menina linda

lena

4:41 da tarde  
Blogger nuno albuquerque vaz said...

continua a cantar assim...borboletas...

5:21 da tarde  
Blogger Cristina said...

Olá Sparkling,
Adoro a Florbela, e ainda não tinha visto este poema dela. Muito lindo!
Um lindo domingo para ti
beijinhuu

5:52 da tarde  
Blogger dreams said...

belissima escolha, um belo soneto de uma das melhores poetisas de sempre.
bom domingo.
beijo *

3:25 da manhã  
Blogger Göttlicher Teufel said...

florbela bela escolha....
porque todos amamos... mas nem todos sabem o que é o amor...

4:10 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home